Sessão 1: Introdução ao Consumo Sustentável

Idade

a) 18-29 anos
23.66%
b) 30-39 anos
17.23%
c) 40-49 anos
17.62%
d) 50-59 anos
18.5%
e) 60-69 anos
16.55%
f) 70 ou mais anos
6.43%

Género

a) Feminino
55.06%
b) Masculino
44.94%

Pergunta 1.1

Dos seguintes desafios, quais considera serem os mais importantes para o futuro?

(Escolha até três opções)

a) Proteger os recursos naturais (por ex., água, solo, florestas)
55.37%
b) Garantir o crescimento económico
14.06%
c) Criar empregos
23.05%
d) Proteger o ambiente
59.18%
e) Garantir a boa governação (promove a igualdade, a participação, transparência, responsabilidade, entre outros)
25.78%
f) Lidar com a migração (deslocação de populações dentro de um país ou entre países)
7.52%
g) Desenvolver novas tecnologias (por ex., smartphones, pacemakers, painéis solares)
21%
h) Melhorar a saúde pública
23.14%
i) Aumentar a segurança
7.91%
j) Melhorar a justiça social
31.93%

Ou (uma opção)

k) Nenhuma das opções anteriores
0.39%
l) Prefiro não responder
1.56%

Pergunta 1.2

Qual o seu grau de preocupação relativamente ao consumo sustentável?

(Escolha uma opção)

a) Muito preocupado
46.43%
b) Moderadamente preocupado
45.74%
c) Não muito preocupado
6.17%
d) Nada preocupado
0.88%
e) Prefiro não responder
0.78%

Pergunta 1.3

Quando percorre distâncias até 10 km, sempre que possível

(Escolha uma opção)

a) Uso transportes públicos
29.65%
b) Uso o meu carro particular
36.99%
c) Vou de bicicleta
19.37%
d) Vou a pé
13.41%
e) Prefiro não responder
0.59%

Pergunta 1.4

Quais são as suas principais preocupações ao escolher um produto alimentar?

(Escolha até duas opções)

a) Esforço-me por diminuir o desperdício de alimentos e de resíduos de embalagens
34.12%
b) Prefiro alimentos de preparação rápida e fácil
15.34%
c) Prefiro alimentos saudáveis
62.93%
d) Prefiro produtos com padrões elevados de sustentabilidade (por ex. respeito pelos direitos humanos e pelo ambiente)
26.84%
e) Escolho os produtos, sobretudo, com base no seu custo
38.45%
f) Prefiro não responder
0.79%

Pergunta 1.6

Na sua opinião, quem deve assumir a principal responsabilidade no esforço de alcançar um consumo mais sustentável?

(Escolha até duas opções)

a) O cidadão individual
66.47%
b) Organizações não-governamentais (ONG)
3.55%
c) Empresas e indústria
23.37%
d) Governos locais e/ou regionais
14.69%
e) Governos e políticos nacionais
40.34%
f) A União Europeia e as suas instituições
24.85%
g) As Nações Unidas e outras organizações supranacionais
12.03%

Ou (uma opção)

h) Prefiro não responder
0.99%

Pergunta 1.7

Na sua opinião, que instrumentos políticos devem ser utilizados para estimular o consumo sustentável?

(Escolha até duas opções)

a) Definir e aplicar regras para a utilização e produção sustentável
31.92%
b) Dirigir campanhas de informação que incentivem os cidadãos a alterar os seus padrões de consumo e a aprender a utilizar e a eliminar o produto de forma sustentável
51.72%
c) Rotular os produtos de modo a facilitar a identificação dos produtos produzidos de acordo com as regras de sustentabilidade
25.12%
d) Tornar o consumo sustentável mais barato através de subsídios e aumentar o preço dos produtos com impactos negativos na sustentabilidade através de impostos
51.72%
e) Proibir a produção e importação de produtos e serviços com impactos negativos na sustentabilidade
25.02%

Ou (uma opção)

f) Nenhuma das opções anteriores
0.79%
g) Prefiro não responder
0.89%

Sessão 2: Promover a mudança rumo a um consumo mais sustentável

Pergunta 2.1

Na sua opinião, que papel devem assumir os cidadãos na mudança para um consumo mais sustentável?

(Escolha uma opção)

a) Papel de consumidor - comprar produtos e utilizar serviços orientados para um consumo sustentável
37.88%
b) Papel político – votar em políticos que promovam a sustentabilidade, assinar petições, etc.
9.91%
c) Papel de ação coletiva – participar em atividades comunitárias que promovam a sustentabilidade. (por ex., organizar cabazes de alimentos locais, fazer voluntariado em repair cafés -conceito de café em que as pessoas de uma vizinhança se reúnem para consertar objetos avariados em vez de os deitarem para o lixo e comprar novos-, envolver-se em cooperativas de energia renovável, partilhar boleias)
30.32%
d) Papel de promoção - motivar a família, amigos e redes sociais a consumir de forma sustentável
18.55%
e) Não deve ser o papel do cidadão
2.45%
f) Prefiro não responder
0.88%

Pergunta 2.2

Que medidas económicas considera mais aceitáveis de modo a tornar o transporte diário individual mais sustentável?

(Escolha até duas opções)

a) Impostos mais altos para combustíveis fósseis (gasolina, gás e gasóleo)
5.26%
b) Impostos mais altos para veículos poluentes quando comparados com os menos poluentes
23.39%
c) Portagens e acesso restrito a carros no centro das cidades e nas autoestradas
12.28%
d) Empréstimos favoráveis para a compra de carros amigos do ambiente
27.78%
e) Substituir os investimentos em infraestruturas para a mobilidade dos carros individuais por uma melhor oferta de transportes públicos (por ex., faixas reservadas, comboios mais rápidos, alterações no planeamento urbano)
53.51%
f) Incentivos fiscais para o uso de alternativas ao transporte em carros individuais (por ex., partilha de boleias, transportes públicos, uso da bicicleta, trabalhar em casa)
50.1%

(Ou uma opção)

g) Nenhuma das medidas económicas
1.56%
h) Prefiro não responder
1.46%

Pergunta 2.3

Na sua opinião, para melhorar a qualidade da informação que chega ao consumidor sobre a sustentabilidade dos produtos, as autoridades públicas devem concentrar-se em:

(Escolha uma opção)

a) Simplicidade: simplificar e uniformizar os rótulos de sustentabilidade existentes
34.74%
b) Detalhe: providenciar informações mais completas sobre os produtos
11.25%
c) Controlo: controlar rigorosamente as informações e as declarações sobre a sustentabilidade dos produtos
24.07%
d) Educação: ensinar os consumidores a perceber melhor as informações nos produtos e nos anúncios
28.18%
e) Nenhuma das opções anteriores
0.88%
f) Prefiro não responder
0.88%

Pergunta 2.4

Na sua opinião, o que devem os decisores políticos da União Europeia (UE) fazer para melhorar a eficiência energética, aumentar a percentagem das energias renováveis e reduzir as emissões de gases de efeito de estufa?

(Escolha uma opção)

a) Definir metas para os Estados Membros e orientações específicas sobre como atingi-las.
21.83%
b) Definir metas mas deixar que cada estado-membro decida sobre como atingi-las.
32.85%
c) Incentivar mudanças específicas de tecnologias (de uma tecnologia em vez de outra) para cumprir os objetivos
36.06%
d) Isso é da responsabilidade dos Estados-Membros
5.95%
e) Prefiro não responder
3.31%

Pergunta 2.5

Do seu ponto de vista, como devem os decisores políticos agir em relação às iniciativas de sustentabilidade das comunidades locais de cidadãos (tais como cabazes de alimentos locais, jardins e cozinhas coletivas, cooperativas de energia renovável, partilha de ferramentas, etc.)?

(Escolha uma opção)

a) Providenciar apoio financeiro (por ex., subsídios, incentivos fiscais, parcerias, financiamento de projetos, prémios)
52.39%
b) Providenciar orientação e apoio administrativo
17.6%
c) Mostrar reconhecimento e apoio político
14.27%
d) Deixar as iniciativas dos cidadãos para os próprios e para o mercado
13.1%
e) Prefiro não responder
2.64%

Sessão 3: Redução do consumo

Pergunta 3.1

Estaria disposto a reduzir voluntariamente o seu consumo pessoal?

(Escolha uma opção)

a) Sim
89.79%
b) Não
7.56%
c) Prefiro não responder
2.65%

Em caso afirmativo, em que área estaria mais disposto a reduzir o seu consumo?

(Escolha uma opção)

a) Produtos, por exemplo, não comprar itens que ficam rapidamente fora de moda, não comprar os mais recentes telemóveis e outros aparelhos eletrónicos, partilhar ou alugar em vez de comprar, comprar produtos em segunda mão.
37.6%
b) Transporte, por exemplo, utilizar menos o carro ou o avião como meio de transporte.
4.92%
c) Consumo de alimentos, por exemplo, comer menos carne, comprar apenas o que vai realmente usar, não comprar produtos alimentares com impactos negativos de sustentabilidade, tais como frutas e vegetais fora de época.
31.91%
d) Consumo de energia e de água em casa, por exemplo, baixar o ar condicionado em 1° C, tomar duches em vez de banhos de imersão, desligar as luzes quando sai de uma divisão, lavar o carro menos frequentemente
23.72%
e) Prefiro não responder.
1.86%

Pergunta 3.2

O que deve a UE fazer para garantir uma maior durabilidade dos produtos?

(Escolha até duas opções)

a) Garantir melhores produtos: aumentar as garantias obrigatórias e impor padrões mais elevados de fabrico para que os produtos tenham uma maior duração
71.57%
b) Rotulagem: rotular os produtos de forma a refletir a sua durabilidade para que os cidadãos possam escolher os produtos mais duradouros
27.45%
c) Produtos Reparáveis: Aumentar a disponibilidade de peças de substituição e tornar a reparação mais fácil e barata
62.25%
d) A UE não deve elaborar políticas para aumentar a durabilidade dos produtos
3.92%
e) Prefiro não responder
1.08%

Pergunta 3.3

Com o objetivo de reduzir o consumo, acha que as autoridades públicas deveriam regular as campanhas de marketing e publicidade?

(Escolha uma opção)

a) Sim
80.37%
b) Não
16.39%
c) Prefiro não responder
3.24%

Em caso afirmativo, as autoridades públicas devem:

(Escolha uma opção)

a) Certificar-se que os anúncios não comercializam enganosamente um produto como amigo do ambiente quando não é esse o caso
41.51%
b) Proibir campanhas que incentivam o consumo excessivo ou o desperdício, tal como 'compre 3 e pague 1'.
21.25%
c) Certificar-se de que cada anúncio menciona o impacto de sustentabilidade do produto
19.05%
d) Apoiar as campanhas de marketing para produtos com baixo impacto na sustentabilidade
17.34%
e) Prefiro não responder
0.85%

Pergunta 3.4

A Comissão Europeia recomenda que os Estados-Membros alterem os impostos sobre o rendimento por impostos sobre o uso de materiais, a fim de criarem uma sociedade mais sustentável. Devem os impostos sobre o rendimento ser alterados para impostos sobre o consumo e a utilização de recursos?

(Escolha uma opção)

a) Sim
59.82%
b) Não
24.56%
c) Prefiro não responder
15.62%

Sessão 4: Redução de Resíduos

Pergunta 4.1

A Comissão Europeia formulou um objetivo no qual, em 2050, teremos uma economia onde nada é desperdiçado, por exemplo, os materiais são reutilizados tanto quanto possível. Esta ideia de "economia circular", passa por aplicar a seguinte hierarquia de resíduos: reduzir, reutilizar, reciclar e compostar, queimar para criar energia, eliminar em aterro sanitário. Na sua opinião, qual deve ser o nível de ambição para este objetivo?

(Escolha uma opção)

a) Devemos reduzir a quantidade de resíduos que produzimos, mas esse não é o mais urgente desafio para o futuro
16.67%
b) Devemos esforçar-nos para criar uma economia sem resíduos, mas devemos ser menos ambiciosos em relação ao tempo necessário para atingir tal objectivo.
38.33%
c) Em 2050, teremos uma economia sem resíduos custe o que custar (incluindo, por exemplo, regulamentos exigentes para cidadãos e empresas)
40%
d) Se este objetivo vai ou não ser alcançado deve ser da responsabilidade dos mercados
2.35%
e) Prefiro não responder
2.65%

Pergunta 4.2

Na sua opinião, quais são as melhores formas de reduzir a quantidade total de alimentos que é desperdiçada (resíduos alimentares)?

(Escolha até três opções)

a) Ensinar as pessoas a reduzir os seus resíduos alimentares (por ex., explicando a diferença entre 'consumir antes de' e 'utilizar até', explicando como planear compras, cozinhar com sobras, armazenar comida, etc.)
66.57%
b) Promover embalagens inovadoras e inteligentes que podem ser novamente seladas e que garantam a frescura do produto.
33.73%
c) Estimular a produção "à medida" (produzindo somente o que é necessário, na quantidade certa, no momento e local certo)
43.26%
d) Oferecer porções adequadas para gerar o mínimo desperdício.
39.33%
e) Oferecer sistemas de recolha seletiva de resíduos alimentares às famílias, proporcionando esquemas de compostagem convenientes e economicamente apelativos
32.35%
f) Promover um sistema de recolha seletiva para alimentos ainda comestíveis que, caso contrário, seriam eliminados
37.17%
g) Prefiro não responder
0.29%

Pergunta 4.3

Suponha que a UE define a longo prazo que 80% dos telemóveis antigos devem ser reutilizados e reciclados. O que deve a UE fazer para atingir essa meta?

(Escolha até duas opções)

a) Incentivar os consumidores a entregar o seu telemóvel antigo quando compram um novo (por ex., fazendo-lhes um desconto no novo telemóvel)
65.78%
b) Tornar obrigatório entregar o seu telemóvel antigo ao comprar um novo
15.93%
c) Promover mecanismos para alugar telemóveis em vez de os comprar
6.19%
d) Incentivar os fabricantes a tornarem os telemóveis antigos atualizáveis e reparáveis
33.63%
e) Obrigar os fabricantes a montar os telemóveis de forma a permitir a recuperação e reciclagem de todos os materiais utilizados
59%
f) Os objetivos atuais em termos de recuperação, reutilização e reciclagem já são suficientemente ambiciosos
1.18%
g) Prefiro não responder
0.49%

Pergunta 4.4

O que deve a EU fazer para combater o comércio com minerais designados "de conflito", ou seja, materiais que são extraídos em áreas de conflito armado e cujo lucro financia as várias fações armadas?

(Escolha uma opção)

a) Implementar um mecanismo de certificação voluntária para as empresas que comercializam matérias-primas demonstrando que não trabalham com minerais de conflito
17.84%
b) Desenvolver legislação vinculativa sobre minerais de conflito que cubra toda a cadeia de produção desde a mina até ao utilizador final (empresas e consumidores)
42.75%
c) Dar prioridade ao desenvolvimento de formas economicamente viáveis de reciclagem de produtos que contêm materiais de conflito
31.37%
d) Não o devem combater, deixando isso nas mãos das leis do mercado
2.45%
e) Prefiro não responder
5.59%

Pergunta 4.5

Numa economia sem resíduos, qual das seguintes opções pensa ser a melhor forma da EU agir em relação à importação de matérias-primas e exportação de resíduos?

(Escolha até duas opções)

a) A UE deve manter os produtos que contêm minerais críticos e potenciais materiais de conflito na UE para sua reutilização e reciclagem
44.22%
b) A UE pode importar resíduos contendo minerais críticos e potenciais materiais de conflito de fora da UE, mas só se for possível processá-los de forma mais sustentável do que aconteceria em outros locais
18.24%
c) A UE deve banir gradualmente peças perigosas / tóxicas em produtos (por ex., aparelhos eletrónicos)
47.45%
d) A UE deve combater o envio (ilegal) de resíduos perigosos para as regiões mais pobres
45.59%
e) Os resíduos perigosos podem ser exportados para outros países, mas apenas se forem garantidas condições de trabalho justas e padrões de segurança e tratamento ambiental adequados
15%
f) Prefiro não responder
3.24%

Perguntas de avaliação

1) A sua participação nesta consulta pública aos cidadãos alterou a sua opinião sobre o consumo sustentável?

a) Sim, agora é mais positiva
62.83%
b) Sim, agora é mais negativa
1.1%
c) Não, é a mesma de antes do evento
33.97%
d) Não sei
2.1%

2) Participaria noutra consulta pública aos cidadãos se fosse convidado novamente?

a) Sim
88.56%
b) Não
0.9%
c) Talvez
9.75%
d) Não sei
0.8%
Indique se concorda ou discorda com as seguintes afirmações

3) “Achei o documento e os vídeos informativos ponderados e elucidativos”

a) Concordo plenamente
41.05%
b) Concordo
50.8%
c) Não concordo nem discordo
6.66%
d) Discordo
1.19%
e) Discordo plenamente
0.3%

4) “Diferentes opiniões e perspetivas foram apresentadas e debatidas pelos participantes na minha mesa”

a) Concordo plenamente
49.9%
b) Concordo
42.43%
c) Não concordo nem discordo
4.98%
d) Discordo
2.39%
e) Discordo plenamente
0.3%

5) “Deveria haver mais consultas públicas europeias como esta no futuro”

a) Concordo plenamente
69.28%
b) Concordo
27.61%
c) Não concordo nem discordo
3.01%
d) Discordo
0.1%
e) Discordo plenamente
0%

6) 'Acredito que este encontro de cidadãos gerou conhecimento valioso para os decisores políticos'

a) Concordo plenamente
33.03%
b) Concordo
44.81%
c) Não concordo nem discordo
17.62%
d) Discordo
3.83%
e) Discordo plenamente
0.7%

7) “De uma forma geral estou satisfeito com a organização da consulta pública aos cidadãos no meu país”

a) Concordo plenamente
57.59%
b) Concordo
35.48%
c) Não concordo nem discordo
4.82%
d) Discordo
1.91%
e) Discordo plenamente
0.2%